Sessões de Coaching. Porquê?

quinta-feira, março 30, 2017

Ontem deitei a minha agenda de 2016 ao lixo. Abracei-a, fechei os olhos e agradeci por 2016 ter sido o ano mais espectacular que algum dia pensei que fosse. Contra todas as probabilidades 2016 foi o ano em que mais aprendi sobre mim própria e alcancei mais objetivos. 2016 foi também o ano em que encarei o desemprego e o desespero. Ontem olhei para trás e apercebi-me que levei a melhor nesta luta. A razão disto tudo? A minha coach. Que me apoia desde Fevereiro de 2016. 
O que é o Coaching? "Coaching é um processo de desenvolvimento humano que visa apoiar as pessoas a atingir os seus objetivos (pessoais ou profissionais), através de uma metodologia, técnicas e ferramentas específicas, estabelecendo-se através de uma relação de parceria entre o coach e o coachee (quem beneficia do processo). O coach apoia o coachee a se tornar a melhor versão de si mesmo. Ajuda-o a crescer, a ver para além do que é hoje e a focar-se naquilo em que se quer tornar. "{retirado daqui}

Há mais de um ano que partilhei os meus objetivos mais secretos, os meus sonhos que nem eu entendia e os meus medos à Sónia. Não foi uma entrega fácil. Houveram dias em que dizer, imaginar o quer que fosse era demasiado doloroso. Sabem aqueles sonhos que achamos parvos e guardamos eternamente na gaveta? Eu disse-os em voz alta. E assim que se diz um sonho, em coaching, traça-se objetivos e planos para o alcançar. Mesmo que o vosso objetivo seja fazer espargata, arrumar o quarto, arranjar emprego ou ter o patrocínios dos CTT no vosso projecto. E isso, meus caros, foi assustador para mim. "Acabaram-se as desculpas. Disseste à Sónia que querias isto. E queres não queres? Então trabalha para isso". 

Comecei a encarar os meus objetivos como compromissos reais comigo mesma. Arregacei as mangas e mesmo quando tropecei (e tropeço) a meio do caminho, a Sónia está lá para me ajudar a magicar uma forma diferente de me levantar e de me ouvir. Mais do que este último ano de sessões de coaching ter sido uma caminhada por uma vida mais feliz e mais realizada, tem sido uma caminhada no auto conhecimento fantástica. 


Lembro-me perfeitamente que comecei as sessões com imensas dúvidas na cabeça. Achava que não era capaz e tinha uma série de entraves para a minha entrega na luta. A Sónia ouviu-me, entendeu os meus olhares, os meus silêncios e juntas começamos uma luta contra as minhas inseguranças, os meus medos e as minhas formas de auto sabotagem. Sabem aquelas desculpas de: "não tinha tempo", "estava doente"? Deixaram de funcionar. Comecei a entender as mensagens que eu estava a mandar a mim mesma e não entendia. Percebi as minhas prioridades e mantive-me fiel a elas.

Hoje, um ano depois, sinto-me tão satisfeita com o sítio onde estou com a calma que sinto nos meus dias: das minhas decisões, dos meus erros, dos meus sorrisos e dos nãos que ouvi no caminho. Nem acredito que há um ano atrás podia haver tão menos cor, garra e determinação na minha vida (eu! que sempre me achei super positiva e produtiva). Agora, confio, que eu mereço o que a vida me entrega, que nada acontece por acaso e que se tivermos atentos as sintonias do Universo são a resposta para muitas perguntas. Agora, confio em mim e no que vier. 

Porquê é que eu aconselho o coaching? Porque realmente mudou a minha vida. E porque nos ajuda a não desanimar quando o sol não brilha e não há lua nem estrelas nas noites mais escuras. Porque nos guia por caminhos que temos demasiado medo de prosseguir sozinhos. E nos diz verdades que os nossos amigos não conseguem dizer. Tenho noção que nada do que alcancei no último ano tinha sido possível sem o olhar e companhia da Sónia (que é a mais paciente e carinhosa de sempre!). Sinto-me eternamente grata. Na minha opinião todo o mundo devia ter um coach, porque andar à deriva sozinho, não me parece ser a melhor forma de navegar nesta vida.

{Peço desculpa mas a minha coach é a melhor do (meu) mundo, se quiserem saber mais sobre a Sónia espreitem aqui e podem contactá-la aqui. Não se vão arrepender!}

You Might Also Like

3 comentários

  1. Estou tão contente por este post. Desde que falaste sobre este assunto em posts anteriores que tinha algumas dúvidas e agora já vejo as coisas de outra forma. Eu tive uma sessão estratégica de coach para ver como era, mas não gostei nada da coach, além de não sentir empatia nenhuma, parecia que estava mais interessada em ganhar dinheiro do que em me ajudar. E fiquei sempre com muitas reservas neste processo. Com o teu post percebo que o caminho passa por encontrar um coach em quem confiemos para nos ajudar.
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  2. Que interessante Mariana :)
    Deve ser muito bom ;)

    ResponderEliminar

Seguidores

Junta-te ao Facebook

Amantes de Chá

Junta-te ao grupo #umaxícaradechá